sexta-feira, 15 de maio de 2015

Coque, cabelos crespos (Dica da Bailarina Ingrid Silva)

O coque é uma regra para todas as bailarinas, o aumento do número de bailarinas negras tem sindo uma grata realidade, hoje é possível encontra-las não só em danças afros mais também no balé clássico/contemporâneo.

Um exemplo lindo para se mencionar é da bailarina Ingrid Silva, uma carioca, filha de empregada domestica, iniciou no balé com oito anos de idade na Mangueira,  no programa Dançando para não Dançar. Em 2007 ganhou uma bolsa para estudar na escola Dance Theatre of Harlem (DTH) em Nova Iorque. Um ano depois, com 19 anos ela conseguiu uma vaga na companhoa de balé DTH. 

A nossa dica hoje fica por conta da Ingrid.





Fonte:

https://www.youtube.com/watch?v=3akfGC-3ciY
http://www.vozdascomunidades.com.br/comunidades/a-historia-impressionante-de-uma-bailarina-carioca-da-mangueira-em-nova-iorque/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar!
Curta nossa página no facebook: https://www.facebook.com/serafim.ballet

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...