segunda-feira, 9 de outubro de 2017

50% Off para comemorar o Dia do Professor

Em comemoração ao Dia do Professor a Serafim preparou uma semana inteira de descontos.

Estamos com todos os produtos da Serafim com 50% Off.
Confira na Loja

Aproveite mais uma promoção de 2017, 
essa pode ser a ultima do ano!

Promoção válida para pagamento até dia 16/10 (segunda-feira).

Pedidos pelo e-mail: 
serafimballet@hotmail.com


sábado, 23 de setembro de 2017

Como a dança pode ajudar diversas populações com dificuldades?

Existe uma sabedoria no mundo da dança. Falamos que a dança é muito mais que uma modalidade. É muito mais que arte. Ela pode transformar vidas e melhorar questões emocionais. O que talvez muitos não saibam é que isso tudo é demonstrado cientificamente. A dança de fato pode ajudar muitas pessoas com problemas emocionais. Mas a dança vai muito além disso.
A dança também pode ajudar com problemas neuropsicológicos, demências, transtornos diversos, dificuldades psicomotoras e muito mais. Isso tudo por que a dança ativa o cérebro o desenvolve a cognição através do movimento, ritmo, sequenciação, atenção e muito mais. A dança também nos ajuda a lidar com diversas dificuldades e frustrações. Isso nos auxilia em todos os momentos da vida. Para a população de forma geral vários estudos já apontaram que a dança auxilia na prevenção de problemas de saúde futuros e melhora a qualidade de vida geral.
Portanto, precisamos expandir a atuação em dança. É necessário um preparo para trabalhar com estes novos públicos através de cursos e estudos. A dança pode ser mais que a recreação, o desenvolvimento para crianças ou a formação profissional. Pode ser forma de terapia complementar para muitas populações em dificuldade. Portanto, se você dança valorize-a como uma forma de desenvolvimento geral! Mas se você é professor de dança o primeiro passo é educar seus alunos e responsáveis sobre os diversos benefícios da dança!

Maria Cristina Lopes

Psicóloga da dança 
CRP 5/47829
+55 21 993053432 

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Planos de Aula com 50% de Desconto

PLANOS PARA TURMA DO BABY CLASS

Os planos da Serafim são criados com o objetivo de trabalhar o desenvolvimento motor grosso e fino; o equilíbrio e o ritmo; a noção espacial e lateralidade; a interpretação e expressão corporal; a criatividade e imaginação infantil. Tudo feito com muito carinho!

No pacote básico contém os 56 planos de aula.
No pacote especial além dos 56 planos contém também aulas temáticas e alguns brindes.

Aproveite nossa promoção e adquira 
56 planos de aula pela metade do preço


Pedidos pelo e-mail
serafimballet@hotmail.com


sexta-feira, 1 de setembro de 2017

Toda Loja com 50% de Desconto

Em comemoração ao dia da Bailarina nossos produtos estão

COM 50% DE DESCONTO

Desconto válido só para pedidos feitos dia 01/09

Faça seus pedidos pelo e-mail: serafimballet@hotmail.com
Pagamento somente por "deposito ou transferência bancaria" 

Material em PDF disponível para download

Vá para loja aqui


01/09 de 2017

segunda-feira, 28 de agosto de 2017

Termo de Responsabilidade do Aluno (download gratuito)

Olá professores,

Final do ano chegando e junto a ele os espetáculos.
Alguns professores gostam de entregar aos pais um termo de responsabilidades do aluno como garantia para que ocorra tudo bem e na mais perfeita ordem, assim como ter a garantia do uso da imagem do aluno sem reembolso financeiro aos pais.

Segue abaixo um link de um modelo de termo em word onde você poderá editar caso haja interesse em mudar algo.

Mais um mimo da Serafim para você professor que gosta de tudo organizar.
Esse termo também estará no Kit do Professor de 2018.

Termo de Responsabilidade - clique aqui

segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Curso Um dia na Fazendo por Chistiane Vaz de Mello


O Ballet Clássico para crianças é uma arte estimulante. Para manter sua fascinação e qualidade, é necessário uma junção do lúdico e da técnica. Assim nasceu a Metodologia do Ensino do Ballet Clássico por Aulas Temáticas e Histórias Infantis " Um Dia na Fazenda". O método proporciona a execução da técnica clássica através de associações, comparações e imitações de um determinado passo ou uma seqüência de passos, a um animal da Fazenda ou uma história que se passa na Fazenda. Didática esta relacionada ao mundo e à linguagem infantil. A Técnica Clássica Básica e Estrutural de um futuro bailarino é inserida no mundo das pequenas com criatividade e expressividade . Assim o método se torna uma caixinha de surpresa buscando a conquista diária da técnica e do prazer da dança - Christiane Vaz de Mello 
Salvador 22 de Outubro !



Segue link para inscrições e maiores informações.
Clique Aqui.

sábado, 5 de agosto de 2017

Ideias para Aula de Ballet do Dia dos Pais

Por Dryelle Almeida


Dia dos Pais chegando e quando trabalhamos com ballet infantil aproveitamos essas datas especiais para fazermos aulas e atividades temáticas. No dia dos pais não é diferente. Separei algumas ideias para deixar sua aula mais legal! Uma observação que acho essencial: Verifique antes como são as famílias das suas alunas! Algumas podem não ter pai (seja lá por qual motivo) e então essas atividades podem ser traumatizantes. Se for o caso é melhor não fazer.

♥ Apresentação especial

Você pode montar uma pequena coreografia em homenagem aos pais. Nada muito grande e elas podem apresentar na própria escola.

♥ Aula aberta

Pode convidar os pais para assistirem aulas. Fazer uma aula aberta bem legal, até mesmo para eles conhecerem melhor o trabalho e verem como é a aula das filhas

♥ Aula junto com os pais

Que tal convidá-los para uma experiência única de fazer as aulas junto com suas filhas? É bem divertido, elas adoram e os pais vivenciam um momento especial.

♥ Certificado Pai de Bailarina

Você pode imprimir e a aluna entrega ao seu pai um Certificado de Pai de Bailarina para ele guardar para sempre com carinho!





♥ Desenho de Pai de Bailarina para colorir

Olha só que coisa mais linda o desenho <3


quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Certificados para Colorir Dia dos Pais - Download Grátis

Olá queridos professores!

Mais uma data comemorativa se aproxima e é normal realizarmos apresentações, festinhas, aulas temáticas entre outros. Sei que muitos professores já estão cansadas dos Certificados, mas existem aqueles que ainda não usaram os certificados e irão amar esse feitos pela Serafim Ballet.

O legal dele é que a aluna pode colorir antes de entregar para o pai.
Confira abaixo e fazer o download gratuito.
Bjs dançantes!

Download aqui

Download aqui

sexta-feira, 28 de julho de 2017

Como a dança pode ajudar diversas populações com dificuldades?

Existe uma sabedoria no mundo da dança. Falamos que a dança é muito mais que uma modalidade. É muito mais que arte. Ela pode transformar vidas e melhorar questões emocionais. O que talvez muitos não saibam é que isso tudo é demonstrado cientificamente. A dança de fato pode ajudar muitas pessoas com problemas emocionais. Mas a dança vai muito além disso.

A dança também pode ajudar com problemas neuropsicológicos, demências, transtornos diversos, dificuldades psicomotoras e muito mais. Isso tudo por que a dança ativa o cérebro o desenvolve a cognição através do movimento, ritmo, sequenciação, atenção e muito mais. A dança também nos ajuda a lidar com diversas dificuldades e frustrações. Isso nos auxilia em todos os momentos da vida. Para a população de forma geral vários estudos já apontaram que a dança auxilia na prevenção de problemas de saúde futuros e melhora a qualidade de vida geral.

Portanto, precisamos expandir a atuação em dança. É necessário um preparo para trabalhar com estes novos públicos através de cursos e estudos. A dança pode ser mais que a recreação, o desenvolvimento para crianças ou a formação profissional. Pode ser forma de terapia complementar para muitas populações em dificuldade. Portanto, se você dança valorize-a como uma forma de desenvolvimento geral! Mas se você é professor de dança o primeiro passo é educar seus alunos e responsáveis sobre os diversos benefícios da dança!



Maria Cristina Lopes
Psicóloga da dança 
CRP 5/47829
+55 21 993053432 

quinta-feira, 27 de julho de 2017

MUITO ALÉM DE PASSOS... Os benefícios de uma vida dançante.

Por: Pamela Giseli da Silva

Introdução
Quando começamos a trabalhar com baby class, independente da nossa formação e experiência no ballet entendemos o quanto ainda temos que aprender desse universo da arte da dança, entendemos o quanto uma criança pode surpreender positivamente ou negativamente durante uma aula, e o quanto temos que estar preparados para vários tipos de reações espontâneas que podem acontecer a qualquer momento.
 No início achamos que faremos elas entrarem em nosso mundo de passos e posições, mas no fim compreendemos que isso só é possível se nós entrarmos no mundinho delas. E isso torna tudo ainda mais mágico.

Dar aula para crianças vai muito além de conhecimento técnico em ballet, é permitir-se entrar no mundinho lúdico delas e compor um ambiente imaginário em que todas entendam e queiram entrar na brincadeira.
Em uma turma de baby aprendemos muito, acho que mais do que ensinamos, aprendemos o quanto somos competitivos desde pequenos e como cada um tem um jeito particular de lidar com desafios e limitações. As crianças nos surpreendem não só em gestos e carinhos, mas muitas vezes também com movimentações espontâneas que demonstram total vocação para dança.
Entender o corpo e o desenvolvimento de cada fase é fundamental, para assim respeitarmos o limite individual de cada criança.
O ballet traz um conhecimento íntimo do próprio corpo, temos que sempre estar estimulando movimentações diferentes e sempre desafiando a conseguirem evoluir, sem deixar nenhuma frustração por não conseguirem atingir o que a amiguinha conseguiu, sempre com carinho e paciência, mostrando que cada uma tem seu tempo e sua habilidade particular, assim ajudando em seu desenvolvimento motor.
O ballet traz inúmeros benefícios no desenvolvimento de uma criança; aumenta a capacidade afetiva, vemos muito isso em crianças que não tem irmãozinhos ou não frequentam escolinhas e tem dificuldade em dividir a atenção. Muitas vezes essas crianças se sentem ameaçadas por outras e se comportam diferente para chamar a atenção da professora de alguma forma.
Com a experiência aprendemos que tudo tem que ser com jeitinho e de forma justa, ajudar a criança a desenvolver afeto pela amiguinha e entender que a amiguinha também quer ficar perto da professora ou que também quer ser primeira da fila em algum momento. Temos que estar atentos o tempo todo durante a aula, enquanto criamos e imaginamos atividades temos que observar o comportamento de cada criança e dar atenção por igual, pois elas se sentem deixadas de lado muito fáceis.
A criança não deve ser forçada a ficar na aula de ballet, vemos muitos casos onde mães querem muito ver suas pequenas no ballet, mas as crianças não tem interesse por tal atividade. Devemos apresentar o ballet a essas crianças de forma prazerosa e se elas não demostrarem nenhum interesse devemos comunicar aos pais e indicar que busquem outra atividade física que elas tenham mais prazer.
Além da socialização, o ballet ajuda muito no desenvolvimento motor, a criança responde fisicamente ao ambiente e condição que a impomos, por isso nada deve ser forçado, tudo tem que ser de forma lúdica e natural para não causar traumas tanto físicos como psicológicos. Crianças com dificuldades motoras muitas vezes fogem do convívio social, fogem de atividades físicas e podem levar consigo esse problema para vida adulta.
A descoberta de seu corpo e os estímulos dados durante a aula é muito importante para o desenvolvimento cognitivo, por isso não adianta passarmos os movimentos como uma tarefa ou exercício, tudo tem que se encaixar de forma lúdica e estimulante para que elas entrem naquela atividade por prazer.
Ao estimular uma criança em seu lado criativo, ajudamos a desenvolver a cognição e a criatividade, a capacidade de desenvolver movimentos e criar sua própria dança.
A dança livre é muito estimulante, deixamo-las escolherem a música que querem dançar para ter o prazer na dança, e também colocamos músicas da nossa escolha para que desenvolvam ritmo e musicalidade.
Atividades com elementos como bambolês, bolas, lenços, passarela; desenvolvem a coordenação motora, equilíbrio e resistência, além de serem divertidas e alegres.
As coreografias ajudam muito no desenvolvimento motor, cognitivo e afetivo. Ao criar coreografias devemos encaixar as crianças em um conto, com a música, usando combinações de movimentos e posições básicas do ballet, de forma que elas sintam a música e o ritmo, estimulando a noção espacial, lateralidade, expressão corporal, disciplina e memorização. 
Em toda atividade é de extrema importância prestar a atenção em cada aluna, elogiar, corrigir com carinho e mostrar interesse pelo que a aluna está executando, mostrando afeto sempre que possível, com abraços e sorrisos.
A professora na sala de aula tem que ser um exemplo para as crianças. Normalmente elas copiam a professora, nas roupas, modo de agir, por isso devemos sempre estar alinhadas e com roupas adequadas para uma aula de ballet.
Às vezes fica difícil achar um meio termo entre uma aula alegre e uma verdadeira bagunça, mas devemos sempre encontrar um equilíbrio para ser admirada e respeitada. Devemos passar autoconfiança e delicadeza ao mesmo tempo, tem crianças que tentam desarmar a professora de várias formas, mas sempre temos que nos impor sem berros e descontrole, quando adquirimos esse controle basta um olhar sério e firmeza na voz para que todas entendam que estão passando dos limites, e se necessário chamar a atenção individualmente, tentar fazer com carinho mesmo que seja de forma séria.
As meninas respondem muito fáceis a estímulos de carinho e delicadeza, como transformar todas em princesas com a varinha mágica da professora, e mostrar que princesas são lindas, delicadas, não berram, são boas com as amiguinhas, principalmente as princesas bailarinas (risos).
Ao trabalhar com crianças percebemos o quanto nos tornamos importantes na vida delas, e que podemos passar a arte da dança como algo maravilhoso e que elas levarão para o resto da vida.

Conclusão
Nesse estudo de ballet infantil me aprofundei no mundinho inocente de pensamentos e movimentos mais puros, onde temos função de ser incentivadoras e exemplos de algo belo e disciplinado. Com esse estudo pude ver o valor da teoria do que vivemos na prática.
Ser professora de baby class vai muito além de ensinar passos e movimentos, é ensinar uma forma de viver onde a felicidade está em respirar a arte que amamos e viver de forma a buscar nosso melhor para passar para crianças que nos admiram e se lembrarão de nós por toda vida. 

Texto da atividade dissertativa da aluna Pamela do curso 
Introdução ao Ensino ao Baby Class Ballet


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...